Mapa do site
 
  Você está em Home » Coelhos-Educação e Cuidados » Doenças-Cuidados Sanitários MARINGÁ - PARANÁ - BRASIL  
 
A GOL Transportes Aéreos é a transportadora exclusiva da Granja Paraíso para todas as cidades do Brasil servidas com vôos regulares.
 
623.800 visitas
5.038.923 pág. vistas
Rastreamento de Objetos

Doenças-Cuidados Sanitários

 

VEJA NESTE SITE, ORIENTAÇÕES PARA ALIMENTAÇÃO E EDUCAÇÃO DE COELHOS. VEJA COMO ALIMENTAR E EDUCAR O SEU COELHO.

ENSINE SEU COELHO A FAZER AS NECESSIDADES NO MESMO LUGAR

Os filhotes de coelhos são como crianças. Não controlam as necessidades fisiológicas e fazem em qualquer lugar. É importante ensiná-los a fazer suas necessidades em uma caixinha ou bandeja com jornal ou areia sempre colocada no mesmo lugar (a maioria prefere jornal porque às vezes eles espalham a areia).

Quando ainda novinhos, começam a girar em torno de si ou ciscar com os pés no chão. Se o seu coelhinho fizer isso,  leve-o imediatamente para o local que quer acostumá-lo para fazer xixi ou coco. O ideal é uma bandeja com jornal. Se ele fizer no chão, limpe com um jornal e coloque ele na caixinha ou bandeja, para ele acostumar com o cheiro e aprender que é lá que deve fazer. De vez em quando, mesmo que não dê nenhum  sinal, leve-o ao local para ir se acostumando. Com o tempo ele aprende a ir sozinho ao local. E não esqueça de limpar onde ele fez xixi, com um pano umedecido com um desinfetante ou dessees produtos para limpeza de cerâmica, que tem perfume, para desmarcar o local em que ele fez. No comportamento, eles se parecem um pouco com os cachorros, que procuram o lugar com seu próprio cheiro, para fazer xixi novamente.

Se colocar uma casinha para ele, de madeira ou de tecido (igual as casinhas de tecido para cachorros), coloque um forro mais grosso, de tecido, que é para ele dormir. Geralmente, com pouca idade eles já deixam de fazer as necessidades no lugar em que dormem. Coloque o comedouro e bebedouro um pouco longe da caixinha ou bandeja onde ele irá fazer as necessidades fisiológicas. Algumas pessoas preferem colocar a casinha dentro de um cercadinho de arame de 1m x 80cm, onde ele pode ficar, quando não se deseja deixa-lo solto. Outros preferem uma gaiola própria para coelhos de tamanho 80cm x 60cm x 45cm.

PRINCIPAIS CUIDADOS HIGIÊNICOS E SANITÁRIOS

As unhas podem ser cortadas, periódicamente. Geralmente eles só arranham os estranhos, ou quando ainda não estão acostumados com o dono, mas é conveniente o corte.

Quanto aos tratos, não é recomendavel dar banho. Eles próprios se limpam o dia todo. Eventualmente, se ele se sujou muito, pode-se dar um banho,  mas tem que ser secado com secador de modo a eliminar toda a umidade, que pode favorecer o desenvolvimento de rungos que fazem mal ao coelho, ou causar uma gripe, que pode matar, pois eles tem pouca resistência aos virus da gripe. Pode-se aplicar um talco perfumado.

Algumas vezes os coelhos podem manifestar diarréia, por causa de excesso de calor no ambiente em que vivem, na mudança da ração, ou por serem alimentados com folhas verdes antes do tempo recomendado. Só poderá servir frutas e verduras após 60 dias de idade. A diarréia, também, é possível por consequência de um contaminação não identificada, possivelmente de outros animais como gatos e cachorros.

Ela pode ser menos grave, mas vai deixar o coelho enfraquecido e desidratado.Pode-se dar folhas de brotos de goiabeira, ou mesmo um chã de folhas, frio. Se o resultado não for rápido (no mesmo dia)  é necessário se dar remédio para cortar a diarréia, utilizado para cães e gatos,(encontrado em Pet Shops. Um remédio muito utilizado é o Diarretron, na proporção do peso, até terminar a diarréia, e mais ttrês dias depois por precaução. Pode ser diluido em água e dado na boca do coelhinho, com uma seringa, para ter certeza que ele ingeriu o medicamento. Se não notar melhoria, significa que pode ter ocorrido uma contaminação mais grave. Isto exige cuidados mais amplos que indicamos mais abaixo

Se a contaminação está no início e estiver em um dos locais apontados, costuma-se aplicar Ectomosol spray no local. Se o resultado não aparecer em 4 a 5 dias, com os pelos voltando a nascer, será necessário a aplicação de um produto com mais potência.

E necessário aplicar vermífugo, dado pelo menos três vezes por ano. Pode ser dado o mesmo que é dado para gatos, encontrado em lojas vetrinárias e Pet Shops.

Não necessitam de vacinas, banho, tosa, etc. Raramente, pode ocorrer o surgimento de algum fungo ou parasita, cuja característica é a queda dos pelos ou surgimento de uma crosta branca na pele,  nos pés, nos olhos ou no nariz. A maior causa é umidade no local onde eles aparecem. Mas, trambém, podem ser trazidos por insetos ou pássaros, cachorros ou gatos. Sua eliminação é muito fácil e rápida, se aplicados produtos eficientes.

Um produto muito eficiente, que é anti-fúngico e também vermífugo, é a Ivermectina Pour On. Existem muitas marcas com este sal no mercado e geralmente é utilizado patra aplicação em bois. Mas tambem pode ser usado em gatos e cachorros ou coelhos, em doses menores. Marcas cionhecidas: Ivomec, Bovitec, Supramec, Ivermeve, Iverrmec etc. A aplicação deve ser continua na vida do coelho, a cada 90 dias, ou quando aparecerem crostas ou sinais que parecem caspas, nos pés, orelhas, naruis, próximo dos olhos, dentro das orelhas.

Se não encontrar em embalagens pequenas, pode comprar em uma farmacia o produto gener4ico com o mesmo nome Icvermectina. Quebra um comprimido em dois, dilui a metade em uma colher com água e dá na boca do coelho. A outra metasde, 30 dias depois.

Se for liquido, aplica-se duas gotas em cada orelha, na parte externa. Se for injetavel, 0,20 mll (dois risquinhos de uma seringa para insulina), uma única vez. É importante eliminar os parasitas ou fungos, do local onde o coelho vive e dorme. Este produto, como é vermífugo, pode ser aplicado a cada três meses que mantém os coelhos sempre sem vermes e sempre limpos de eventuais parasitas e funtos. Caso não encontre em liquido em pequenas embalagens, pode comprar em farmácia um medicamento de uso humano chamado Revectina ou Genérico de Ivermectina. Corta um comprimido em dois e dá um diluido em água, com uma seringa, na boca do coelho. Depois de 30 dias dá a outra metade.

Deve-se desinfetar todo o ambiente da casinha e próximo dela, senão não fica eliminado o foco desses fungos, que são como uma poeira ou farinha. Pode-se usar o Ectomosol spray ou Ivermectina diluido em água. Os panos, assim como o chão, e a casinha, devem ser lavados com a água contendo Ivermectina diluída. De vez em quando é importante lavar tudo com água com uma concentração de 10% de água sanitária.

A eventual ocorrência desse problema não é grave e não deve preocupar o dono do coelhinho, pois a cura é muito fácil e rápida. Se não for adotado este procedimento, pode ocorrer do coelho ficar irritadiço, deixar de ser amigálve e até morder. Antigamente, as pessoas descartavam e até abandonavam os animais por causa desse problema, de fácil solução, porque não sabiam como elimina-lo.

DOENÇAS MAIS GRAVESEM COELHOS

Não se tem relatos recentes de doenças sistêrmicas, trasnsmitidas por coelhos aos seres humanos. Eles são animais de fácil criação, não existindo nenhuma vacina recomendada.

Os coelhos criados pela Granja Paraiso, tem acompanhamento permanente de médico veterinário, e são submetidos a exames laboratoriais períodicos. Esses cuidados nos permitem garantir a qualidade sanitária de nossos animais. Cada coelho vendido é acompanhado do atestado sanitário do médico.

Existe um outro tipo de diarréia que, geralmente, é fatal para filhotes. Alguns criatórios de coelhos de fundo de quintal, que não tem os mesmos cuidados dos grandes criadores, podem estar contaminados com uma bactéria chamada Eschericchia coli diarreiogênica, que é altamente resistente. Ela é passada da coelha mãe para os filhotes, e provoca neles, diarréia forte, alguns dias após o desmame. Quando o filhote é vendido, muitas vezes ainda não manifestou a diarréia, o que vem ocorrer alguns dias depois. Por isso, é sempre importante conhecer a origem do coelhinho adquirido.

Se o seu coelhinho manifestar diarréia forte (cocô mole e escuro, como água suja, muito fedido) é possível que seja causada por essa bactéria que ocorre tambem em humanos e outros animais. É necessária aplicação de antibióticos para elimina-la do organismo do coelho. E fazer uma completa assepsia na gaiola, casinha ou ambiente em que ele vive, para eliminar residuos das fezes, que são o foco da contaminação, caso contrário ela se repete indefinidamente, sempre com o risco de morte do coelho, quefica apático, não come, não bebe e a desitratação leva à morte em poucos dias. Sem falar que, estando contaminado é foco de novas contaminações para outros animais e mesmo humanos..


Se essa diarréia, ou mesmo a mais leve, forem constatadas, deve-se suspender por algumas horas a alimentação com ração e colocar uma pitada de açucar e sal na água, para formar um soro caseiro. O coelhinho deve ser medicado com antibióticos que eliminem essa colibacilose.  Pode ser utilizado Baytril a 10% (enrofloxacina), gentatec ou gentaflex (gentamicina), doses de 0,30 ml (filhote) ou 0,50 ml durante 5 a 7 dias, aplicado com uma seringa na coxa do coelho.

Ela é resistente a vários antibióticos e sensivel a poucos. São mais sensiveis a alguns sais contidos em antibióticos, como enrofloxacino, ciprofloxacino, norfloxaciono, gentamicina e amikacina, ao florfernicol a 2%, ceptiofur, e às sulfas (sulfametoxazol+trimetropin+cloridrato de bromexina). Os antibióticos devem ser aplicados no minimo de 5 a 7 dias.

Passamos essa informação ao visitante, com o objetivo de orientar pessoas que tenham adquirido coelhinhos para companhia, ou mesmo criadores que não estejam informados desse problema, para que tomem providencias urgentes, tão logo apareçam esses sintomas,

SOBRE OS DENTES DOS COELHOS

Os dentes dos coelhos crescem como as nossas unhas. Para que se mantenham no tamanho adequado, precisam ser desgastados. Na natureza os coelhos selvagens procuram desgasta-los em troncos ou pedaços de madeira. Coelhos domésticos oui criados em criatórios, recebem uma ração que é dura, justamente para atender a necessidade do desgaste dos dentes.

Mesmo assim, alguns coelhos podem ter um crescimento maior nos dentes e sentem que precisam desgasta-los. Se o seu coelho é de estimação,em geral, não irá roer objetos da casa.

Mas, por prevenmção, para que ele não procure outros locais ou objetos de sua casa, onde possa desgastar os dentes caso sinta necessidade, ,o ideal é que se deixe pedaços de madeira para ele utilizar quando sentir necessidade. Pode ser um pedaço de madeira, seja tábua ou caibro, numa dimensão aproximada de 2cm x 2cm x 10 cm. São não pode ser madeira tratada quimicamente, nem que tenha cheiro desabradavel.

OUTRAS ORIENTAÇÕES:

Qualquer informação ou orientação adicional podem ser obtidas através de contato por e-mail, utilizando-se o formulário na página de contato deste site.

 

Imprimir
Granja Paraíso - 2017 ® Todos os direitos reservados.
onTop webmarketing onTop webmarketing